Terça-feira, 24 de Abril de 2007

PROPAGANDA, CENSURA, REPRESSÃO

                        

                Propaganda                                           Prisão (Tarrafal)

 

 

TARRAFAL, campo da morte

Um novo caso de loucura veio ensombrar a pouca boa disposição em que nos podemos encontrar. Casos de destrambelhamento nervoso, resultado do intensíssimo desgaste que esta vida em todos nós opera, vão surgindo. Transtornos do coração aparecem, a juntar-se à verdadeira legião de doenças do fígado que, dia a dia, vão fabricando a permanência neste clima, o paludismo insuficientemente tratado e nunca prevenido, a alimentação inconveniente que aqui temos. (...) Por outro lado, a existência de trabalhos pesados (...) exigindo um esforço físico considerável (boa porção dele à torreira do sol) durante a estação dos calores, das chuvas e das febres, tem sido e ainda é outro factor que vem agravar a situação.

(...) É bastante grande o número de presos que aqui se encontram contra as determinações da lei. (...) Dos 226 presos que aqui se encontram, 127 (56% do total) estão numa situação inteiramente ilegal. Destes, 72 (31% dos presos) não foram julgados, apesar de se encontrarem detidos há longos anos (...). Cinquenta e cinco (24% do total) terminaram as penas, a maior parte há vários anos a quantidade de tempo, em excesso de pena, cumprida pelos presos totaliza mais de duas centenas de anos).

Exposição apresentada pelos presos ao director da Colónia Penal do Tarrafal em

Maio de 1944, in  "Tarrafal, Testemunhos", Lisboa, 1978

 

 

A REPRESSÃO POLICIAL

Fui preso pela Pide (...) às 7 horas da manhã. (...) À noite, chamaram-me para um primeiro interrogatório e depois levaram-me para Caxias. (...) No segundo dia, entrou na sala o agente Santos Costa, por volta das 21 horas e, sem me fazer qualquer pergunta, puxa por um chicote e espanca-me com raiva (...) Quando parava dizia-me(...): "Só tens uma forma de saíres daqui sem falar - é sair num caixão" Durante a noite entrou um pide com aspecto de 18 anos, aos gritos, chamando-me nomes e dizendo que eu tinha de falar, senão rebentava comigo (...) No dia 22 foi mais ou menos igual, ora espancado pelo Santos Costa, ora pelo pide pequeno. Na noite desse dia, entrou o Santos Costa com o Martins e o Mortágua, e outro indivíduo com um aspecto horrível, cuja idade deve andar pelos 60 anos, de óculos, baixo, cabelo meio grisalho, dentes saídos - um aspecto repelente. Este polícia dizia-me que devia falar, porque eu não era mais do que "uma lesma a lutar contra um carro de combate." (...) Obrigaram-me a estar nove dias e oito noites consecutivas sem dormir.

Depoimento de José Lopes Freire, citado no livro "Presos Políticos", da Comissão Nacional

de Socorro aos Presos Políticos (1972)

 

A DISCRIMINAÇÃO POLÍTICA

1. O pedido de informação à PIDE:

 

Ex.mo Senhor Director da Polícia Internacional e de Defesa do Estado. Para fins convenientes, tenho a honra de solicitar a V. Ex.ª se digne providenciar no sentido de ser prestada informação, tanto quanto possível pormenorizada e urgente, acerca do candidato ao concurso para boletineiro supranumerário dos CTT, António Vinagre Azevedo (...) A Bem da Nação. Secretaria-Geral da Presidência do Conselho, em 7 de Agosto de 1960. O Secretário-Geral.

 

2. A informação da PIDE:

 

Ex.mo Senhor Secretário-Geral da Presidência do Conselho. Em referência ao ofício confidencial de V. Ex.ª n.º 3296/60, de 7 do mês em curso, tenho a honra de informar que António Vinagre Azevedo desenvolveu grande actividade a favor dos candidatos da oposição, durante a última campanha eleitoral para a Presidência da República (...) alinhando ao lado dos colaboradores do General Humberto Delgado (...) A Bem da Nação. Lisboa, 31 de Agosto de 1960. O Director Interino.

 

Comissão do Livro Negro sobre o Regime Fascista,

"Discriminação Política no Emprego", 1982

 

 

 

 

publicado por Elisabete às 18:06
link do post | comentar | favorito

*mais sobre mim

*links

*posts recentes

* Joaquim Alberto

* ANTERO – ONTEM, HOJE E AM...

* QUINTA DE BONJÓIA [PORTO]

* POMPEIA: A vida petrifica...

* JOSÉ CARDOSO PIRES: UM ES...

* PELA VIA FRANCÍGENA, NO T...

* CHILE: O mundo dos índios...

* NUNCA MAIS LHE CHAMEM DRÁ...

* ARTUR SEMEDO: Actor, galã...

* COMO SE PÔDE DERRUBAR O I...

* DÉCIMO MANDAMENTO

* CRISE TRAZ CUNHALISMO DE ...

* O CÓDIGO SECRETO DA CAPEL...

* O VOO MELANCÓLICO DO MELR...

* Explicação do "Impeachmen...

* CAMILLE CLAUDEL

* OS PALACETES TORNAM-SE ÚT...

* Tudo o que queria era um ...

* 1974 - DIVÓRCIO JÁ! Exigi...

* Continuará a Terra a gira...

* SETEMBRO

* SEM CORAÇÃO

* A ESPIRAL REPRESSIVA

* 1967 FÉ DE PEDRA

* NUNCA MAIS CAIU

* Alfama é Linda

* Por entre os pingos da ch...

* DO OUTRO LADO DA ESTRADA

* Não há vacina para a memó...

* Um pobre e precioso segre...

*arquivos

* Dezembro 2018

* Junho 2018

* Maio 2017

* Abril 2017

* Março 2017

* Fevereiro 2017

* Janeiro 2017

* Setembro 2016

* Junho 2016

* Abril 2016

* Novembro 2015

* Setembro 2015

* Agosto 2015

* Julho 2015

* Junho 2015

* Maio 2015

* Março 2015

* Fevereiro 2015

* Janeiro 2015

* Dezembro 2014

* Fevereiro 2014

* Janeiro 2014

* Dezembro 2013

* Novembro 2013

* Setembro 2013

* Agosto 2013

* Julho 2013

* Junho 2013

* Maio 2013

* Abril 2013

* Março 2013

* Fevereiro 2013

* Janeiro 2013

* Dezembro 2012

* Novembro 2012

* Outubro 2012

* Setembro 2012

* Agosto 2012

* Julho 2012

* Maio 2012

* Abril 2012

* Março 2012

* Janeiro 2012

* Dezembro 2011

* Novembro 2011

* Outubro 2011

* Setembro 2011

* Julho 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Março 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Agosto 2010

* Julho 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Outubro 2009

* Setembro 2009

* Julho 2009

* Junho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

*pesquisar